• Página Principal
  • Notícias
  • FAO e OPAS/OMS recebem inscrições de experiências exitosas para simpósio regional sobre sistemas alimentares sustentáveis.
Comunicado

FAO e OPAS/OMS recebem inscrições de experiências exitosas para simpósio regional sobre sistemas alimentares sustentáveis.

.

15 de julho de 2017

El Salvador receberá nos dias 5, 6 e 7 de setembro o Simpósio Regional sobre Sistemas Alimentares Sustentáveis para a Alimentação Saudável, evento realizado em parceria entre a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS).

O simpósio promoverá uma reflexão sobre os desafios e oportunidades para a construção de sistemas alimentares sustentáveis, que assegurem a todos e todas na América Latina e no Caribe o direito humano à alimentação adequada e saudável. Além disso, a iniciativa gerará um espaço multissetorial para o compartilhamento de soluções práticas, experiências bem-sucedidas e lições aprendidas sobre o tema na região.

Dessa forma, experiências bem-sucedidas e boas práticas que contribuam para sistemas alimentares sustentáveis, equitativos e inclusivos para pôr fim à fome e à má nutrição em todas as suas formas serão aceitas até 21 de julho pelo site https://goo.gl/LLKweY(external link) (em português, espanhol ou inglês). Podem submeter trabalhos governos, parlamentares, membros da academia, setor privado, organizações não-governamentais, associações e organizações da sociedade civil, agências e organismos internacionais, entre outros.

Serão aceitas experiências relacionadas à produção, transformação, armazenamento, transporte, comercialização e consumo de alimentos, bem como as que abordem o tema segurança alimentar e nutrição e o direito à alimentação de maneira geral. As experiências selecionadas serão apresentadas durante o simpósio e poderão integrar uma plataforma virtual de boas práticas.

Resultado final 

Ao fim do simpósio, espera-se identificar os elementos e princípios que poderiam definir um sistema alimentar sustentável e recomendar aos governos e demais atores dos sistemas alimentares formas de facilitar o desenho e a implementação de estratégias, políticas e programas para a transformação dos sistemas alimentares, com o objetivo de torná-los mais sustentáveis, justos, inclusivos e sensíveis à nutrição.  

Fonte: http://plataformacelac.org/experiencias

Voltar